BlogAlex, sed Alex

Ícone

quem faz yoga não bloga

Cascowski

Tirem as crianças do browser! Ou da lan!

A primeira coisa que quero mostrar a vocês, meus dois assíduos e fiéis leitores, é essa inocente e imaculada tira em branco e preto de Maurício de Souza: nada como papai e filhinho na hora de dormir. Espero não ser necessário dizer que a tira original não era bem assim. Certo?

A segunda coisa que quero lhes mostrar é um trecho do livro “Misto-Quente”, do ‘nosso’ Charles Bukowski. Este livro, recém-lançado no formato pocket, vai das primeiras lembranças de Henry Chinaski (nada mais que o alter-ego do nosso herói) até a época em que (ele) largou a faculdade. Sim, largou, porque usar “deixou a faculdade” daria a idéia de que ele a teria concluído 😉

Vamos lá. Da página 180, extraio o seguinte trecho:

“Eu estava a toda velocidade quando cheguei ao semáforo. Disparei por entre a fileira dos carros que esperavam o sinal abrir. Naquele momento, mesmo os carros eram mais lentos do que eu. Mas não por muito tempo. Um cara e uma garota, num cupê verde, avançaram e se emparelharam comigo.

   – Ei, garoto!

   – Que foi? – olhei para ele. Era um cara grande, na casa dos vinte, braços peludos e uma tatuagem.

   – Pra que porra de lugar você pensa que está indo? – ele me perguntou.

Estava querendo se exibir para a sua garota. Ela era gostosa, a cabeleira loira balançando ao vento.

   – Comer seu cu, parceiro! – eu falei.

   – O quê?

   – Eu disse comer seu cu!”

Se quiser ler mais, larga de ser vagal e compra o livro. É pocket, baratinho.

Só espero que a editora não se zangue pela minha citação aqui 🙂

Anúncios

Filed under: papo-furado

setembro 2006
S T Q Q S S D
« jun   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930