BlogAlex, sed Alex

Ícone

quem faz yoga não bloga

Você é um Mac? Você é um PC?

Não, eu não acho que a existência humana possa ser tão vã a ponto de ser limitada a esta (frugal) escolha. Tampouco pretendo me aprofundar nessa questão existecial nem levantar um discurso baseado no argumento “caçar tubarões não torna a pessoa uma usuária descolada, seja de Mac ou PC”.

Há algumas semanas, a Microsoft tem veiculado, nos EUA, comerciais, digamos, estrelados por Jerry Seinfeld e Bill Gates. Um pior que o outro – os comerciais, Jerry e Bill estão ótimos, apesar do (er)roteiro. Esta semana, noticiou-se que Seinfeld teria brigado com a empresa de Redmond e, assim, não participaria mais dos comerciais. Na minha nada mais que nem um pouco humilde opinião, tudo não passa de um viral geek. Vejamos: comerciais sem pé nem cabeça; nenhum produto novo anunciado; várias referências, sejam explícitas ou escondidíssimas. Tudo colabora para a criação de um buzz em cima da campanha. E, se tem uma coisa que uma campanha publicitária quer, é justamente criar esse burburinho todo. Referências escondidas, como em “Lost” e “Heroes”, enredo de jogos do tipo riddle (ok, não há próxima fase, ao menos não nos comerciais, mas você entendeu) e agora essa mal explicada briga de Seinfeld com a empresa. Ah, isso só pode ser um viral, um viral geek!

 

E a Apple?

 

A Apple, também já há um tempinho, tem usado e abusado dos comerciais “I am a Mac, I am a PC”, inclusive com versões britânicas. Nos comerciais, em geral o PC é um cara gordinho, de óculos, e divertido, se é que podemos usar o termo divertido, da forma chata. Já o Mac é coom (você não lê o blog? Coom é o cúmulo do cool!). 

Ontem, sexta-feira, 19 de setembro, a Microsoft lançou o contrataque: um comercial em que os mais variados tipos de pessoa se dizem PCs – até mesmo um sujeito submerso em uma jaula cercada de tubarões. Animal, literalmente!

 

E o Quico?

Eu ouço daqui o seu grito: “Tá, mas e daí???”. Daí que, curiosamente, foi descoberto que

a) Tanto o ator que interpreta o PC no comercial tem um iPhone

b) quanto os anúncios impressos da campanha da Microsoft usam imagens criadas no Photoshop for Mac (veja na imagem a legenda creation software: Adobe Photoshop CS2 Macintosh).

 

Finalizando: o melhor comercial de toda essa lenga-lenga é este que colo abaixo:

 

Arquivado em:ads, apple, comportamento, informática, , , , , ,

One Response

  1. Phil disse:

    Acabei de passar um tempinho visualizando os anúncios de um lado como do outro, e também várias parodias, boas e ruins…

    Afinal, acho que para nós, usuários finais, é muito engraçado. Afinal, cada um tem suas preferências, como entre uma câmera Nikon, uma Sony, uma Canon, etc… O fato até que tem aficionados de cada lado comprova que o branding de ambas Microsoft e Apple é muito bom, no mesmo título que 20 anos atrás tinhamos uma competição lá na Europa entre os pro-Atari e os pro-Amiga (não sei se isso chegou no Brasil na epoca) (para quem não conhece, o Atari e o Amiga oferecia ambos um sistema operacional gráfico de qualidade quando o PC ainda usava o MS-DOS e o Mac só se encontrava em escritórios de design e propaganda, mas fora de acesso do comum dos mortais.

    Resumindo, acho graça nessa briguinha de crianças… Não vai mudar a escolha de cada um, mas a diversão é boa😉

    Abraços,
    Phil

    PS: a propaganda “I’m a PC” da MS, achei um pouco sem graça… séria demais…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: