BlogAlex, sed Alex

Ícone

quem faz yoga não bloga

Capucino & Go 2.

 

Que música uma vez ouvida te faz cantá-la por dias a fio? As minhas atuais ou nem tanto: “I am an astronaut” do Snow Patota e “D.A.N.C.E” do Justice. The way you move is a mistery!

 

 

bonitona, hein?

bonitona, hein?

Amor E Inocência” (“Becoming Jane“) é um senhor filme. Conta, como bem observou a revista Época, a história de Jane Austen como se fosse um livro da própria. James McAvoy vai muito bem nesse tipo de filme de época – devia ter sido indicado ao Oscar pela performance em “Atonement”. E Anne Hathaway, ah, ela é linda. É SIM!

 

 

 

Esse G1, o celular do Google,  pode vender e vender muito – tem duas grandes empresas dando suporte -, mas arrisco dizer que não vai emplacar como um gadget dos mais desejáveis ou, mais importante, irresistíveis.

O Google faz produtos bem-feitos, mas simples. Tenha em vista o próprio site de buscas. Você ou algum conhecido já travou no site http://www.google.com? 

 

Existe algo mais republicano do que o partido brasileiro Democratas? 

 

Nhô Soares era mais elegante no SBT.

 

 

Malufarta

Há um erro grave em quem compara Marta ex-Suplicy a Maluf. Ok, perguntar se Kassab é casado e se tem filhos foi desastroso. Mas Maluf, ou seu staff, em 2000, publicou uma imensidão de out-doors alinhando Marta a drag queens e quetais. De forma pejorativa, claro.  Então mudem a comparação, plisa, porque isso Maluf também fez. 

Outra: que coisa feia, não, a Marta ex-Suplicy querer mudar o foco da campanha para a vida pessoal dos candidatos. Ué, cara-bronzeada, o que nós – você e eu – estamos fazendo agora??

Maluf, ao menos depois do surgimento da Arena, jamais trocou de patido. O partido, sim, mudou! Arena, PDS, PPB, PP. 

 

Aqui iria um título brilhante, mas o assunto não o merece

Adorei o raciocínio do Luis Pattoli, do Churrasco Grego, que é mais ou menos assim: se a família da Nayara vai pedir R$ 2 mi de indenization, falaria que o disparo foi feito antes? Eu, claro, devolvi a pergunta: se a família está pedindo R$ 2 mi, a Polícia vai dizer que o disparo foi depois? 

Dito antes – para evitar o surgimento do processo (sabe como é, procedimento) – ou depois, a fim de invalidar este (o processo, poah, acompanha o texto aí!), o meu ponto é a atual falta de árbitros. Por árbitro, entenda-se alguém neutro, imparcial, coerente e competente. 

Vamos fazer uma análise: uma parte não quer nem saber o que certo, só quer saber como pode levar uma vantagem nisso. A falta de árbitros, voltando, leva a isso.

Anúncios

Filed under: capucino & go, cinema, comportamento, filmes, música, Oscar, papo-furado

Capucino & go – Alice e outras tolices

 

O nome é tão bom que resolvi transformar em, digamos, coluna. Minicoluna. Não espere periodicidade nem conteúdo. 

Certas pessoas no twitter parecem deslumbradas. Isso me irritava até eu pensar se eu também não me deslumbraria se estivesse no lugar. Obs: não vou deixar de seguir esse people.

Já no Blip, tem gente que, not even f***ing, ouve todas as músicas que, errr, blipa. Poah, 6 músicas em 10 minutos? Deve ser o selinho da quantidade de blipadas. 

Ainda não tenho candidato a vereador. Vou escolher através do horário eleitoral. O primeiro que falar exatamente o oposto do que estiver escrito na legenda leva o meu voto. 

Já não faz sentido subir vídeos com vários minutos só de créditos. HTML e tags existem exatamente para isso. 

Acabei vendo o capítulo de estréia de “Alice”  só na reprise – que começou na meia-noite desta última madrugada na HBO 2. Como sabem, eu não entro no mérito, eu escancaro os deméritos. Nas chamadas, a série aparenta ser bem melhor do que é na realidade – ao menos do que foi o capítulo inicial. Putarias à parte, tirando aquele efeito manjado de estourar as cores nas cenas de festa, é mais uma série que desperdiça película e alta definição com a estética de filmes argentinos. 

Ainda sobre “Alice“: 

– onde foi parar o cobertor, embalado dentro de uma sacola plástica, depois que Alice deu (ops!) o telefonema no bar?

– se o DJ deu (ops!) só o iPod com o fone branco, é bom Alice economizar bateria ou terá que desembolsar algumas centenas de reais para arrumar um carregador usb ou ac;

– mesmo retratando Alice como, digamos, perniciosa, foi bom ver uma personagem feminina não se corroendo de culpa após uma traição.

Acostumado a “Mandrake“, esperava mais de “Alice“. Domingo tem mais um capítulo e mais uma chance. Às 22h na HBO, com reprise quinta (21h) e sábado (1h15!!). Lembrando que a HBO 2 reprisa a HBO com três horas de atraso (caso algum assinante ainda não saiba disso).

 

PS: o site é bacana. Talvez melhor que a série.

Filed under: capucino & go, tv, , , ,

agosto 2019
S T Q Q S S D
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031