BlogAlex, sed Alex

Ícone

quem faz yoga não bloga

5 coisas inúteis que você fez hoje

O mundo está cheio de coisas inúteis. Algumas, mesmo inúteis, são fundamentais para nossa sobrevivência, saúde mental, nível de estresse etc. Mas algumas coisas inúteis são inúteis meeeesmo. E cinco delas você fez hoje. Vejamos:

 

1. Você reclamou do trânsito

Pode até já ter acontecido, mas eu nunca vi, ao menos não me lembro de ter visto, alguém elogiando o trânsito. Para que reclamar? Você esperava uma parada policial abrindo caminho para o seu honorável papamóvel? Vale também para o busão. O que me lembra que eu também nunca vi alguém elogiando um ônibus vazio. 

Nota: se você é um nerd ou geek, reclamou, além do trânsito, da qualidade da banda larga! 

 

2. Você perdeu preciosos minutos mostrando a alguém um site que essa pessoa jamais visitará novamente

Nem precisa desenvolver. Precisa? 

 

3. Você blipou no twitter

(Eu não acho bacana escrever twitter assim, tudo em minúscula, mas parece o certo)

Não contente em sair cantando e rodopiando pelo quarto, você procurou a música no Blip.fm e depois blipou-a no twitter. Eu sei que todo mundo faz isso, mas você vai concordar que o Blip, se não fosse inútil, seria integrado ao twitter; ou ao menos teria uma forma menos redundante de integração. Ou ao menos teria outra função que não a de mostrar no twitter o que você está ouvindo. 

 

4. Você acessou o Orkut

Ah, então Orkut é útil, por acaso? Útil para quê? Este item inclui Facebooks, hi5s, Sonicos. MySpace? Ah, esse tem uma boa desculpa. 

 

5. Você leu este post

Fale a verdade, não há nada aqui que você já não soubesse ser inútil, muito embora em alguns itens (ou em todos, espero!) tenha havido o momento de júbilo de abrir a boca e fazer aquele “aaaahhhhhh, é verdade”. Fique à vontade para voltar (sempre).

 

Inspirado no post homônimo do FreelancerFold.

Filed under: 5 coisas, comportamento, papo-furado,

Você é um Mac? Você é um PC?

Não, eu não acho que a existência humana possa ser tão vã a ponto de ser limitada a esta (frugal) escolha. Tampouco pretendo me aprofundar nessa questão existecial nem levantar um discurso baseado no argumento “caçar tubarões não torna a pessoa uma usuária descolada, seja de Mac ou PC”.

Há algumas semanas, a Microsoft tem veiculado, nos EUA, comerciais, digamos, estrelados por Jerry Seinfeld e Bill Gates. Um pior que o outro – os comerciais, Jerry e Bill estão ótimos, apesar do (er)roteiro. Esta semana, noticiou-se que Seinfeld teria brigado com a empresa de Redmond e, assim, não participaria mais dos comerciais. Na minha nada mais que nem um pouco humilde opinião, tudo não passa de um viral geek. Vejamos: comerciais sem pé nem cabeça; nenhum produto novo anunciado; várias referências, sejam explícitas ou escondidíssimas. Tudo colabora para a criação de um buzz em cima da campanha. E, se tem uma coisa que uma campanha publicitária quer, é justamente criar esse burburinho todo. Referências escondidas, como em “Lost” e “Heroes”, enredo de jogos do tipo riddle (ok, não há próxima fase, ao menos não nos comerciais, mas você entendeu) e agora essa mal explicada briga de Seinfeld com a empresa. Ah, isso só pode ser um viral, um viral geek!

 

E a Apple?

 

A Apple, também já há um tempinho, tem usado e abusado dos comerciais “I am a Mac, I am a PC”, inclusive com versões britânicas. Nos comerciais, em geral o PC é um cara gordinho, de óculos, e divertido, se é que podemos usar o termo divertido, da forma chata. Já o Mac é coom (você não lê o blog? Coom é o cúmulo do cool!). 

Ontem, sexta-feira, 19 de setembro, a Microsoft lançou o contrataque: um comercial em que os mais variados tipos de pessoa se dizem PCs – até mesmo um sujeito submerso em uma jaula cercada de tubarões. Animal, literalmente!

 

E o Quico?

Eu ouço daqui o seu grito: “Tá, mas e daí???”. Daí que, curiosamente, foi descoberto que

a) Tanto o ator que interpreta o PC no comercial tem um iPhone

b) quanto os anúncios impressos da campanha da Microsoft usam imagens criadas no Photoshop for Mac (veja na imagem a legenda creation software: Adobe Photoshop CS2 Macintosh).

 

Finalizando: o melhor comercial de toda essa lenga-lenga é este que colo abaixo:

 

Filed under: ads, apple, comportamento, informática, , , , , ,

Chato 2.0 ou Webchato

Pode reparar, os chatos nessa época de internet apresentam todos ou a maioria dos seguintes comportamentos: 

– MSN sempre “ocupado”. Interessante como alguém pode ficar no msn e ocupado ao mesmo tempo durante todo o dia. Isso quando não fica offline o tempo todo. 

– Email com confirmação de leitura. Grandes chances de que venha marcado como alta prioridade. Mesmo que o conteúdo seja um arquivo .pps ou  alguma piada que  perdeu a graça em 1998.

– Perfil vazio no Orkut, só para fuçar sem ser visto. Agora, que muita gente bloqueia o conteúdo apenas para amigos, os webchatos desabilitam a opção do bina. Só para não serem detectados. Claro, o que mais frustra um webchato é não poder reclamar que tanta gente fuça seu perfil e ele, ‘tadinho, nunca vê o perfil de ninguém.

– Ainda sobre Orkut, uma curiosidade sobre os comprometidos: se for homem, a foto do avatar traz o casal abraçado e com cara de vou-fazer-um-teste-em-Malhação; se for mulher, uma foto de lado, à la Gisele, ou como se tivesse sido tirada na seleção de Brazil’s Next Top Model.

 

– Frase extraída de sublivros que tentaram imitar “O Pequeno Príncipe”, de alguma letra do Jota Quest ou de algum artista (?!?) de gosto igualmente duvidoso.

– Manda pedido de atenção no MSN.

– Usa o BuddyPoke e ainda faz campanha para os amigos usarem também, mas ignora Facebook e twitter. Envia recado com imagem ou animação (principalmente com musicas de, digamos, artistas citados acima). Abusa de sites que mandam mensagens coletivas.

– Pega um novo vírus numa base semanal e então infesta fóruns, comunidades e MSNs perguntando como desinfectar.

– Tem um blog, envia o link para todos a todo momento e comenta em vários outros blogs, só para fazer propaganda  do seu próprio blog. Pede que todo amigo (ou nem tanto) “deixe um recado”. Versões mais perigosas têm fotologs e/ou videoblogs. Curiosamente, webchatos não têm podcasts  😉

– Trata o Google como preservativo ou cinto de segurança: sabe que é necessário e que funciona, mas raramente usa.

Pode ter certeza, você chegou até aqui por meio de algum webchato.

Filed under: comportamento, informática, papo-furado, The Observer, web 2.0, ,

Como e onde acompanhar o Let’s MacRock

Além de ver tudo ao vivo, in loco, no Yerba Buena Center, em San Francisco, onde tudo se inicia às 10h (14h em horário de Goiânia), é possível acompanhar mais uma performance de Steve Jobs pela internet. 

Os sites (blogs?) abaixo relacionados farão atualizações constantes. De texto.

www.macrumors.com

www.appleinsider.com

www.tuaw.com

www.engadget.com

www.meiobit.com.br (em português)

 Isso me lembra quando, em 1998, um amigo me disse que uma turma de suecos hospedados na casa dele acompanhava uma partida de futebol pela internet em um site que descrevia os lances. Muitos anos depois eu passei a acompanhar da mesma forma – sem achar estranho. E hoje há a cobertura de eventos nos grandes portais na forma de atualizado-a-cada-n-segundo(s).

Outra coisa: como pode ter tanto site de design horrível dedicado à Apple?  

É também possível acompanhar pelo Twitter. Vá no search e digite #letsrock. Caso digite apple na busca, prepare-se para filtrar várias mensagens inúteis.

A algumas horas do início, o burburinho na net já é grande. Steven Levy não vai cobrir e já se sente sorry por isso. A Apple vai transmitir ao vivo e disponibilizar logo em seguida as keynotes. Eu infelizmente só devo conseguir acompanhar o finalzinho do macshow (iShow?).

Filed under: ads, apple, comportamento, informática, , ,

O mesmo blablablá de sempre?

Blogueiro não é jornalista. Mas blogar é coisa da imprensa. 

Só colocando lenha na fogueira; não sou jornalista, não sou blogueiro 😉

 

Aqui, blogar é fazer jornalismo

Cartaz do iPhone Developers Day
Blogueiro não é jornalista.    

Capa da mais recente revista Imprensa

Filed under: comportamento, papo-furado

Let’s Job!

 

Amanhã, terça-feira, 09 de setembro de 2008, Steve Jobs e sua (nossa!) Apple farão mais uma apresentação de novidades. O nome é Let’s Rock e será realizada no Yerba Buena Center, em San Francisco, Califórnia, USA. Como de praxe, as novidades são anunciadas na terça-feira – às 10h em horário local – porque Jobs não gosta de trabalhar às segundas.

MacRumors

Anúncio da Let's Rock do lado de fora do Yerba Buena Center, em San Francisco. Foto: MacRumors

 

 

Previsões para esta MacFesta:

– vai começar mais ou menos no horário inicial proposto;

– será anunciado um upgrade ou mudança de algum produto Apple;

– os produtos serão brancos, pretos e/ou de alumínio prateado;

– milhares de posts em blogs e twitters;

– a iJustine vai ver alguém parecidíssimo com o Jobs numa Starbucks e escreverá (em um post ou twit) que teve uma palpitação;

– eu poderia apostar que Jobs vai usar calça jeans e blusa preta de gola alta, mas estaria sujeito a erro. Por isso garanto apenas que ele não vai usar gel no cabelo!

Come on. Você chegou até aqui digitando apple, previsões, setembro etc. no Google e esperava um oráculo sobre o que vai acontecer amanhã? Relaxe! Nem os sites americanos mais bambambans podem garantir com um mínimo de certeza o que virá. 

 

Ok, vai ter iPod, tudo indica – banners, convites e, principalmente, fotos “secretas”. Vai ter MacBook novo? Improvável, mas é possível. Pela propaganda feita, é um evento grandioso e pode, sim, envolver mais de um produto – o que abre caminho também para mais anúncios sobre o iPhone (mesmo que seja a já manjada notícia da venda do bichinho em mercados submergentes como o brasileiro). 

 

A minha opinião é que não vai ter MacBook novo amanhã. Pró: não há anúncios de produtos diferentes há anos. O rumor era mais forte em junho e veio o novo iPhone. Contra: o MacBook Air apareceu bem de repentemente

Se você, como eu, quer (e por algum motivo precisa) comprar um MacBook e não sabe se compra agora ou espera o novo, aí vai a minha dica: espere até amanhã e então compre. O novo, se anunciado. O atual, nos outros casos. 

 

Como os produtos da maçã são sempre atualizados, os fãs sempre acham que poderiam ter esperado um pouquinho mais quando não compram um item logo no lançamento. Eu mesmo, nas vezes em que comprei produtos Apple, fui substituído meses mais tarde por gente que comprou um gadget mais novo. E eu não conheço uma única pessoa que tenha comprado um produto atualizado logo em seguida que não tenha escrito no Orkut que “mesmo assim valeu a pena”.

Outro ponto é que os novos MacBooks, que nas minhas apostas (não confie nelas!) só vão chegar no final do ano, não virão mais em branco e preto – virão aluminizados como o Pro e o Air. Então quem tiver o branquinho (ou o pretinho) vai continuar guardando status e elegância. 

[Come on de novo, vai me dizer que não usa Apple pra dar uma de cool? Ah, vá!]

Assim que comprei meu primeiro iPod, um mini verde, ele foi descontinuado. Isso não me impediu de curti-lo nem de me exibir aos incautos, respondendo os elogios dizendo “é, mas agora não tem mais desse aqui”  com aquele sorriso de desvirginador.

Eu não poderia finalizar esse texto e me despedir sem uma última aposta: a de que não será usado Windows na apresentação. Mas essa é uma previsão tão líquida e certa que, conhecendo um pouco (bem pouco) Steve Jobs, eu prefiro não arriscar!

Filed under: apple, comportamento, informática

Divagações breves e promoção do BR-Linux

Navegando pelo blogódromo, acabei caindo no Café com Gelo -no qual acabei lendo, de novo, sobre a promoção do BR-Linux.org (já havia lido no MeioBit, via Netvibes). A promoção visa, além de sortear prêmios, angariar fundos e/ou mais acessos para sites que disponibilizam conteúdo free, grátis, digraça, sem ônus para o visitante-internauta.

Eu também quero participar, então aí vai:

Ajude a sustentar a Wikipédia e outros projetos, sem colocar a mão no bolso, e concorra a um Eee PC!
…e também a pen drives, card drives, camisetas geeks, livros e mais! O BR-Linux e o Efetividade lançaram uma campanha para ajudar a Wikimedia Foundation e outros mantenedores de projetos que usamos no dia-a-dia on-line. Se você puder doar diretamente, ou contribuir de outra forma, são sempre melhores opções. Mas se não puder, veja as regras da promoção e participe – quanto mais divulgação, maior será a doação do BR-Linux e do Efetividade, e você ainda concorre a diversos brindes!

Mas, aproveitando o ensejo e o post, gostaria de desovar uma frase que vem me martelando a cabeça durante minhas caminhandas imaginárias nas manhãs mais imaginárias ainda.

Antes: você é autor? Como assim “como assim?”?? Direto do dicionário Schreibélio:

autor – substantivo masculino. Aquele que cria ou produz conteúdo. Exemplos: escritor de livro; redator de artigo, manchete, headline, twit, post ou slogan; compositor de música; cineasta de película, screencast, vídeo para youtube ou faustocassetada. Etc.

Então. Você é autor(a)? Sonha ser um(a)? Sinto em lhe dizer, mas o seu conteúdo não é mais seu. Ou não apenas seu. Todo o conteúdo é de todos.

Voltarei ao tema.

Filed under: comportamento, informática, web 2.0

Quizão nerrrrrrvoso!

E cá estamos novamente com o quiz bem-humorado sobre fatos da semana que passou. Toda segunda, com respostas na terça. Pontue!

1) MTV. A nova VJ, que vai apresentar o programa Top 10, se chama:

a) Sorria
b) Sofria
c) Choraria
d) Sofia
e) Marcão Poodle

2) Qual ex-jogador faz aniversário nesta segunda, 3 de março?

a) Juca Kfouri
b) Zico
c) Sócrates
d) Romário
e) Guga

3) O Príncipe Harry, filho de Charles e terceiro na sucessão inglesa, foi descoberto no Afeganistão. Harry estava na terra dos talebãs desde:

a) Semana Passada
b) O último Ramadã
c) Dezembro de 2007
d) Janeiro de 2008
e) 12 de outubro de 2007, data do Ano-Novo judaico

4) Falando em Inglaterra e em Príncipe Harry, qual banda fez show em São Paulo nesta semana que passou:

a) Iron Maiden
b) Soft Cell
c) Locomia
d) AC/DC
e) Belle And Sebastian

5) A frase “se porrada educasse, bandido saía santo da cadeia” foi dita por:

a) José Trajano
b) Faustão
c) Presidente Lula
d) Luciano Huck
e) Arnaldo Jabor

6) Os nomes da dupla de diretores que ganhou o Oscar de melhor filme e melhor direção são:

a) ET e Rodolfo
b) Joel e Ethan Coen
c) Woody e Lily Allen
d) Sofia e Francis Ford Coppola
e) Larry e Andy Wachowski

Obs: corrigido. Lily Allen e não Lilly.

Filed under: comportamento, questionário

Respostas da terça

Pronto(a) para as respostas do nosso quiz? Vamos a elas:

1) Estatuetas à parte (o que inclui John Travolta e Tom Hanks – reparou como eles tão cada vez mais parecidos com o Oscar itself?), o destaque da 80ª edição do Oscar foi: (5 pontos)

a) Vencedora que ia falar, foi cortada, depois voltou e pôde finalmente fazer seu discurso de vencedora
b) Jessica Alba
c) Armação de óculos do Zé Wilker
d) Armação de óculos do Johnny Depp
e) Brincos do Daniel Day Lewis
f) Cara de “pfff” de George Clooney vendo Day Lewis receber o Oscar
g) Delay na transmissão da TNT
h) Velhinho de 98 anos que discursou por looongos minutos
i) A organização ter barrado Paris Hilton
j) A ausência da “Dança do Créu”

z) Todas as anteriores

Essa foi muito fácil. Z, claro. Só pontua quem assinalou Z.

2) O Flamengo venceu o Botafogo por 2×1 em jogo polêmico e emocionante e, assim, conquistou a: (5 pontos)

a) Taça Guanabara
b) Taça Goiabada
c) Taça Rio
d) Taça Marmelada
e) Taça Rio de Janeiro

Taça Guanabara (letra A), embora pudesse se chamar Taça Marmelada (letra D) – já que o Flamengo só não ganha quando cai antes das semifinais. Que me desculpem os torcedores cariocas de outros times (eu também não sou torcedor do Fla). 5 para quem marcou A, 2 pontos pelo bom-humor de quem assinalou D.

3) A empregada doméstica Pamela, de 17 anos, virou o principal assunto em Cordoba, onde mora, e em toda a Argentina porque: (5 pontos)

a) Beijou Maradona na boca
b) Pediu cidadania brasileira
c) Não tem nenhuma vaidade
d) Escreveu um livro sobre humildade
e) Teve trigêmeos pela segunda vez

A alternativa correta é a letra E. Sim, Pamela – que é “dimenor” e, por isso, tem seu sobrenome preservado – teve trigêmeos pela segunda vez e agora acumula sete filhos para sustentar. Com mais Pamelas, a Argentina logo ultrapassará a China!

4) Frase do Presidente Lula sobre a Antártida: (5 pontos)

a) “Aqui, a gente pode ler os jornais”
b) “É a maior geladeira que eu já vi”
c) “E tem gente que acha que faz frio em Novo Hamburgo”
d) “É a primeira vez em que eu não tenho que escolher entre Antarctica, Brahma e Skol”
e) “Nunca antes na história desse país houve um dia tão frio e ao mesmo tempo tão ensolarado”

Difícil, essa. Duvido que alguém tenha acertado apenas no chutômetro. Se acertou, deveria parar de ler isso aqui já e correr para a lotérica mais próxima! A resposta correta é B. Mas quem assinalou C ou D pode pegar 1 ponto de bônus.

5) A ex-vocalista da banda Babado Novo partiu em carreira solo e, já no primeiro show, arregimentou centenas de milhares de pessoas num show ao ar livre, no Rio de Janeiro. A grafia correta do nome da moça é: (5 pontos)

a) Claudia Leitte
b) Klaudia Leythe
c) Clow Deeah Milk
d) Claudia Leite
e) Claudya Leite

Claudia Leitte, letra A. Não sei o motivo do t dobrado, mas deve ter algum. Clow Deeah Milk, letra C, leva 2 pontos.

6) Mais futebol: jogador croata do Arsenal quebrou a perna após entrada violenta do adversário. O nome desse jogador croata é: (5 pontos)

a) Dobro Jutto
b) Novak Djokovic
c) Eduardo da Silva
d) Pernaz Kebradic
e) Andriy Shevchenko

Por incrível que pareça, Eduardo da Silva (letra C) é croata. Brasileiro naturalizado, mas croata. Quem respondeu Pernaz Kebradic leva 1 ponto de bônus. Sim, bom-humor é sempre premiado aqui. Ah, sim. Shevchenko é ucraniano, Djokovic é tenista e “dobro jutto” é “bom-dia” em croata.

Classificação

0 a 5 pontos
Tenta algum quiz sobre novela ou Big Brother. Deve ter por .

6 a 14
Botafoguense? São-paulino? Palmeirense? Fã de Fidel? Semana difícil, te vejo em março!

15 a 29
Eu sei que de 15 a 29 pontos é uma faixa bastante larga. Você foi foi bem, mas não foi perfeito. Você não é o cara…

30 pontos
Você é o cara! O cara que pesquisa Google, Veja, Época, UOL, Newsweek e NYT antes de responder um mísero quiz de blog. Não tem cinema nem choperia aí na tua cidade, não?

Filed under: comportamento, questionário

Almost Crimes

Aconteceu o seguinte, segundo relatos: X, de 25 anos, queria contratar serviço de internet em velocidade nem tão lenta – conhecida no Brasil como banda larga -, mas a companhia que oferece esse tipo de serviço não o disponibiliza na região em que X mora. Sim, já temos aqui uma incongruência: a empresa tem todos os direitos, mas pouca obrigação. Pode ter exclusividade de oferecer o serviço, mas simplesmente não o oferece. Bem, prosseguindo…

Obstinado – ah, se todos nós, brasileiros, fôssemos assim! -, X contratou o serviço para a casa de uma amiga e, lá, instalou uma antena que transmite o sinal até a região de X, três quilômetros distante. Em sua casa, X montou uma pequena rede e passou a distribuir o sinal para outros computadores da vizinhança. X costumava cobrar por essa retransmissão e, por isso, foi processado e preso. Segundo as autoridades e a empresa em questão, o crime cometido foi o de “roubo de sinal de internet”.

Existem leis que impedem esse tipo de prática, realmente. E, como bem comentou Alexandre Maron, dono do site em que li sobre o assunto, se alguém alugar um DVD na locadora, chamar uns amigos e cobrar ingresso pela exibição do DVD – seja numa tv de 14 polegadas, seja em um home theater supersurround -, também estará cometendo um crime. Parece absurdo, mas também parece que certos produtos são, mesmo aos nossos olhos – e, portanto, não apenas aos olhos de autoridades e empresas – , mais protegidos que outros. Outra boa observação de Maron é que ninguém vai achar errado comprar litros d’água no Centro e revender na vizinhança do subúrbio. Ou revender pãezinhos.

Eu gostaria de ir além: se X é criminoso, então as lan houses também não seriam? Tá, lan house, ao menos em tese, paga impostos, registros, alvarás etc. Mas e o revendedor de pãozinho-água? Não pagar imposto ou não estar devidamente regularizado no exercício da profissão torna alguém criminoso? Instrutor de academia sem registro no CREF vai preso ou no máximo recebe uma notificação?

Ok, se você achou exagerado o exemplo da lan house, tenho outro: condomínio. Ou vai me dizer que cada kbite que sai da prestadora e chega ao condomínio é checado e devidamente fiscalizado? Já ouviu falar em “gato”?

X não é criminoso e caso a empresa em questão pensasse um pouco, aproveitaria a oportunidade e o nicho criados por X e regulamentaria o acesso naquelas cercanias. Certamente os vizinhos que pagam para acessar uma fatia da conexão iriam se interessar pelo acesso completo. A empresa poderia até pagar uma porcentagem pelo empreendedorismo de X.  Ganharia ela, ganhariam os vizinhos, ganharia X. Mas a realidade não é essa. Empresas que oferecem acesso nem tão lento, a chamada banda larga, não têm preços justos, muitas vezes sequer preços acessíveis a moradores de regiões nem tão favorecidas. Então fica inviável oferecer e fornecer acesso na região de X. Por isso, precisam processar e prender o rapaz.

Mas (a empresa) ganha alguma coisa com isso? Não. E, pior, todos perdem.

PS: o nome do rapaz foi omitido e substituído por X. O artigo foi originalmente publicado na Folha de SP. Alexandre Maron, em seu blog, relatou a história com opinião muito bem fundamentada. Cheguei ao post de Maron através do Kleverson, que linkou post do CrisDias, que linkou o post original de Maron. “Almost Crimes”  é a música que colocou o Broken Social Scene na cena. (Ok, essa podia ter sido evitada)
PS 2: terminado o texto, entrei aqui no blog para postar e a minha conexão já começou a ficar lentíssima. Seria retaliação?  😉

Filed under: comportamento, informática

junho 2020
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930