BlogAlex, sed Alex

Ícone

quem faz yoga não bloga

Texto do blog “Goma” é plagiado pelo jornal “O Estado”, de Tocantins

Ao que tudo indica, Cecilia X (sobrenome suprimido por razões óbvias), de Palmas-TO, vislumbra para breve uma carreira em reality shows como A Fazenda ou Big Brother Brasil. Cansada de sua ocupação atual -prestidigitação para um jornal da capital do Estado-, a moçoila resolveu dar aquela guinada na carreira, para ficarmos com mais um cliché, e chutou o pau da barraca (é, mais um… eu avisei…), plagiando, em menos de duas semanas, textos dos jornalistas Hector Lima, uma homenagem póstuma a Michael Jackson e publicada no blog Goma, e Marcelo Hessel – uma crítica sobre o filme “Transformers 2” publicada no site Omelete.

De Hector Lima, a pseudo-jornalista copiou quase ipsis litteris a homenagem ao Rei do Pop postada sexta-feira, 26 de junho pp, tomando o cuidado de apenas trocar o gênero em algumas passagens – afinal, ficaria muito estranho uma Cecília grudado no computador ou destruído pela notícia.

Sim, isso mesmo! Dona Cecilia não apenas copia os textos, copia também as emoções e sensações do plagiado. Seria ela fã de Curve e conhecedora da lenda do doppelgänger ou ela apenas se inspirou na fase do vilão Sylar ao final da quarta temporada de “Heroes”?

Migre seu navegador para http://migre.me/2YCw e deleite-se com a edição em flash do jornal tocantinense. Veja no canto esquerdo da parte de baixo um box com a opção de escolha, selecione Cultura/1 e dê um zoom na página da direita. Se preferir, clique aqui e veja a indignação bem-humorada do autor plagiado (um deles, né?) e um gif gigantesco com a matéria toda.

Já de Marcelo Hessel, a nova Pauline Kael do mundo bizarro tomou emprestada a resenha do filme “Transformers 2 – A Vingança dos Derrotados“, publicada no site http://www.omelete.com.br. Compare este outro gifão, escaneado da edição de 25 de junho pp do referido jornal, com a resenha online ainda disponível no site.

Fantástico, não?

Isso já seria algo grave, gravíssimo – apropriar-se de material intelectual de outras duas pessoas, republicar e ainda faturar uns trocos com essas matérias- se já não houvesse antecedentes com matérias do Chic e do Terra (conforme você pode comprovar lendo o já citado post do próprio Goma, de onde tirei essa informação).

O mais incrível (ainda! Como se a história já não o fosse) é que o buzz criado na blog e twittosfera foi tamanho que já foram encontrados blog, twitter e até mesmo o flickr da menina.

Isso (é mais uma) prova que brasileiro é tremendamente mobilizado e – por que não? – revolucionário… sentado na poltrona e/ou dentro do quarto. Falta agora levar essa habilidade portão afora.

(Eu sei que essa última parte ficou beeem piegas e parece nada a ver. Mas só parece)

Só torço para que esse agito todo renda algum reconhecimento aos dois profissionais, pelos ótimos textos, e no máximo uma entrevista na tv local e uma sessão de fotos mais ousadas no diário tocantinense à Petit (vocês entenderam!) Cécile.

Anúncios

Filed under: comportamento, desclicherama, ,

Ministério da Saúde pergunta: você já fez, digamos, algo muito íntimo com alguém que conheceu pela internet?

Por favor, não responda neste blog. A pergunta, na verdade mais explícita, foi o cerne de uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde (poderia ter sido feita pelo da Cultura também… ou não?) e divulgada em vários jornais/portais nesta última sexta-feira.

Segundo os resultados, mais de 7% da população brasileira afirma já ter chegado às vias de fato (vamos ser mais diretos: ter feito sexo!) com alguém que conheceu pela rede mundial. Este número sobe para mais de 10% entre a garotada vitaminada que tem de 15 a 24 anos. Já entre a terceira idade a taxa não chega a 2%. Reflexo da falta de confiança nas novas tecnologias ou nas próprias tecnologias? (você entendeu!)

É claro que nos EUA esta porcentagem deve ser maior, ainda mais com a contribuição de pessoas como Louise Grant, que afirma já ter se engraçado com pelo menos 200 rapazes conhecidos pela web. Curiosamente, 200 é um número limite de contatos em mais de um daqueles comunicadores instantâneos.

Futuramente, as pesquisas serão ao contrário e perguntarão se o entrevistado já fez sexo com alguém que conheceu fora da internet. E mais futuramente ainda a pergunta será: Você já fez sexo fora da internet?

Só torço para que o lo-profile ainda exista nesses vindouros novos tempos 😉

Filed under: comportamento, desclicherama

Desclicherama: Corinthians 2 x 1 São Paulo

Ok, o Corinthians venceu, houve várias decisões polêmicas da arbitragem. Mas o principal é: o resultado foi injusto?  Responda-me com sinceridade e, então, acredito que a arbitragem fica em segundo plano. 

Mas vamos a ela, a arbitragem. 

Ronaldo fez uma falta feia em André Dias e poderia ter sido expulso. Não foi, recebeu amarelo e está ok. 

Gostei do comentário de Mauro Cezar Pereira, na ESPN: “Ronaldo deveria ter sido expulso, mas está para nascer o árbitro que vai ter peito de tirar o Ronaldo de um jogo, ainda mais nos primeiros minutos”. 

Miranda estava centimetricamente em impedimento, nem árbitro nem auxiliar tem culpa. O empurrão, aí sim, foi erro do árbitro. 

André Dias mereceu ser expulso. Se não pela intenção, pela imprudência. Que trombada bisonha!

Rogério não falhou nos gols. Nem Jorge Wagner (sorry, PVC). Ele, JW, e Hernanes levam mais tempo para entrar em forma. Ano passado foi assim. Logo é injusto esperar deles um vigor total – e uma marcação impecável ao lado da criação das jogadas. Ok, no jogo em questão não fizeram nada disso. 

 

Cristian ter erguido os dedos médios para uma torcida organizada foi muito mais legal do que Miranda ter feito a saudação da mesma organizada. Claro, mandar a torcida (organizada) adversária para aquele local é muito mais fácil do que fazê-lo para a torcida de seu time, mas não sejamos tão rigorrosos. Tinha gente boa, pai de família, crianças? Cristian não fez o gesto para esses, certamente não. Foi uma atitude mal-educada? Às vezes, é preciso. 

Entrevista de técnico no pós-jogo normalmente é chata mesmo, mas custa alguém do clube dar umas dicas? “Não vou falar sobre arbitragem, mas o Ronaldo deveria ter sido expulso” ou “agora é a hora de falar sobre o árbitro, já que não há nenhuma pressão”(!!). Se não vai falar a respeito, ignore o assunto. Se não quer pressionar, espere acabar o campeonato – ou, pelo menos, a semifinal. 

Isso me lembra o Jorge Kajuru, que passava 90% do tempo de seu programa na Band falando que não ia comentar certo assunto.

Filed under: desclicherama, futebol, , ,

outubro 2019
S T Q Q S S D
« jul    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031